« Onze por cento | Main | O Outro - I »
Quarta-feira
Nov232011

Garota

Corria todo dia de manhã. Depois tomava banho de chuveiro bem quente, calçava chinelinhos brancos com cristais e roupão azul sabão em pó e olhava duas, três, quatro revistas. Encantava-se com as roupas dos desfiles, tantas dobras e texturas, e os sapatos que chegavam a dar aflição, as moças lindas, quase tão magras quanto ela, as receitas de viagens, sobremesas e homens perfeitos. Revistas, tão boas.

Fazia as unhas e os cabelos com a senhora que ia na sua casa três vezes por semana. A senhora só a chamava de senhora, embora a senhora tivesse bem uns cinquenta anos e ela estivesse na glória de seus vinte e três muito bem cuidados.

Gostava de tons pastéis e espumante com suco de pêssego. Também adorava piscinas - e uma festinha de vez em quando, mas sem exageros. Era comedida em tudo, porque isso era mais chique. E tinha uma coleção de bolsas invejável. Invejável, não: invejada, todas as amigas invejavam!

Um dia não voltou do banho de chuveiro bem quente. Não foi acidente, crime ou doença. Os chinelinhos, o roupão, as bolsas novinhas e as revistas não lidas ficaram muito tristes.



References (1)

References allow you to track sources for this article, as well as articles that were written in response to this article.
  • Response
    Response: this content
    Amazing Web site, Stick to the very good job. With thanks.

Reader Comments (1)

Ótimo! E sinistro...

Novembro 25, 2011 | Unregistered CommenterAlexandre Mandarino

PostPost a New Comment

Enter your information below to add a new comment.

My response is on my own website »
Author Email (optional):
Author URL (optional):
Post:
 
Some HTML allowed: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <code> <em> <i> <strike> <strong>