Link para o dowload gratuito do CD com 17 músicas e informações detalhadas

"SKYGIRLS é um novo projeto de Rogério Skylab. A banda apresenta uma sonoridade diferente da apresentada na série dos Skylabs. Formada por Thiago Martins (guitarra) e Bruno Coelho (bateria), ambos remanescentes da antiga banda, apresenta também Eliza Schinner no baixo e Leandra Lambert (Voz del Fuego) nos teclados, programação e voz.

Eliza Schinner faz parte da cena carioca, tendo sido uma das fundadoras da banda Onno, bem conhecida nos idos de 90.

Já Leandra Lambert (Voz del Fuego) é figura lendária do underground carioca. Flerta com a música eletrônica e tem vários projetos como o “Inhumanoids”, “Lingerie Underground”, “Mulher Espacial” e “Dziga Vertov”.

Eliza Schinner e Leandra Lambert no primeiro show do Skygirls no Cinemathèque, 2009.

A banda se apresentou pela primeira vez no Rio (RJ), com dois shows no Cinemathèque. Em seguida, gravou em maio de 2009 o disco na CIA dos Técnicos, mixado por Vânius Marques. O repertório apresenta duas músicas francesas conhecidas: “La Mer”, composta por Charles Trenet; e, AH Melody, de Serge Gainsbourg, que consta de seu famoso disco “Histoire de Melody Nelson”.  Outra novidade no repertório é a música de Júpiter Maçã, “Na Casa de Mamãe”. Todas as demais músicas são de Rogério Skylab. O álbum está sendo lançado pelo selo virtual Psicotropicodelia Music em dois formatos: download livre/ copyleft [gratuito] e cd [duplo e com tiragem limitada de 100 unidades]".

Rogério Skylab, Thiago Martins e Leandra Lambert em show no Rock`n`Drinks, 2010.

Crítica de Tom Leão, do jornal O Globo:

"O inominável Rogério Skylab estreou seu novo projeto/banda Skygirls com show no Cinemathèque, na mesma noite em que toda a galera descolada da cidade foi ao Circo Voador ver o hypado Little Joy. Rogério, nem aí pra isso, inclusive começou o show pontualmente às 22h30m, como estava marcado, e deu ao público duas horas de músicas e letras ensandecidas, como só um louco original como ele sabe fazer.

Leandra Lambert, Eliza Schinner, Bruno Coelho e Rogério Skylab no segundo show no Cinemathèque, 2009.

O show foi algo diferente dos que Skylab costuma fazer, pq desta vez foi composto todo um novo repertório, sem nenhuma música vinda da série de nove CDs já lançados por ele (que diz que vai encerrar no décimo), incluindo até uma cover para Serge Gainsbourg --, já que, desta vez, além dos super entrosados músicos que o acompanham (Bruno Coelho, batera; e Thiago Martins, guitarra. excelentes), ele teve o adendo das skygirls (que é o nome da banda toda) Leandra Lambert (Voz del Fuego), nos vocais e programações eletrônicas, e da cool baixista Elisa Schinner.

A adição de Leandra (ex-Inhumanoids!) faz diferença. Ela introduz ao som de Skylab, sempre mais voltado para batidas de samba e roquenrol, um toque de electro em algumas músicas, dando um suingue diferente, próximo  do disco- punk, sobretudo pelo acompanhamento quente do baixo de Elisa (que era da banda Ono). Nessas horas, parece que estamos vendo uma banda-irmã do LCD Soundsystem, sobretudo pela qualidade dos músicos, e pelo ritmo contagiante que vai invadindo os corpos da platéia. Lambert também tem três momentos solo durante o show, a cada meia hora do bloco, com composições próprias, uma delas em inglês.

Rogério, aos 50 anos, ainda tem aquele mesmo brilho de gênio louco, que canta cada sílaba e palavra com tal convicção e boa dicção que não há como ficar indiferente ao que ele diz (faz rir, choca alguns). O que, na voz de outro soaria ridiculo, com ele é bacana, poesia suja, livre. Houve até um momento declamado no meio da noite, sobre Maria Bethania, que só ouvindo pra entender. E, mais pro final, alguns rompantes do Skylab que já conhecemos apareceram mais forte. No mais, um show daqueles que voce não vê por ai em qualquer esquina, de um cara que tá pouco se lixando pro que tá na moda. Original até o talo e, por isso mesmo, inimitável. "

(Tom Leão, O Globo, Rio Fanzine blog, 2/2009)

 

 

 

Foto P&B: Loulou Gutemberg. Fotos coloridas: Alexandre Mandarino.