Brinquedos à pilha quebrados, osciladores e distorção, gravações concretas, ondas curtas, partes de conversas e sons "do além", frequências moduladas, circuitos integrados, harmonias irregulares, sistemas caóticos, micro ritmos, 8bit e celular automata.

Este é o universo de LUNA CHIP.

Dando continuidade aos ensinamentos de Hugh Davies, Richard Lerman, David Tudor, Gordon Mumma e Reed Ghazala a música aqui se desenvolve através de uma interação sensorial.

Criatividade sônica.

A estrutura se expande e se contrai, dinâmica e etérea. Experiências e escolhas estéticas feitas em tempo real.

O futuro, segundo o século passado. Baixa fidelidade, pura e aplicada.



Luna Chip - design e texto por Negalê Jones.