Exposição colaborativa de três artistas brasileiras, com séries de fotos de derivas e caminhadas, confundindo espaços, lugares, autorias. Realizada de 9 a 26 de abril de 2015 na galeria CP5 do coletivo Curry-Vavart, Le Shakirail, Paris.

Apresentei também alguns trechos de textos da série Cartas de Terras Insondáveis, relacionados às imagens presentes. Além disso, realizei a primeira performance sonora do projeto Cut-up Tragedy: Déambulations Soniques - Lost in android translation. A performance foi realizada com gravações de campo editadas e processadas + voz processada ao vivo, lendo ou cantando alguns trechos das Cartas de Terras Insondáveis em português, inglês, francês e outras línguas, muitas vezes usando traduções automáticas que geram erros insólitos então incorporados ao texto original, que já é, em parte, realizado usando a técnica do cut-up, montado com palavras encontradas em muros, jornais, cartas, etc.