Sexta-feira
mar062015

Ocupação ARTE SONORA

  “Por via das dúvidas”, 2010, gravura, jato de tinta sobre papel, 53,5×53,5 cm – Franz Manata e Saulo Laudares.

"A ocupação ARTE SONORA coloca o som no centro da questão, durante dois meses, no Castelinho do Flamengo. Artistas, DJs, músicos e pesquisadores apresentarão instalações, palestras, vídeos, performances, lives, DJ sets, além de realizar gravações de podcasts e mixtapes.

Durante a ocupação os organizadores do projeto, Franz Manata e Saulo Laudares, irão transferir suas atividades de ateliê para o centro cultural.

As quartas e sextas-feiras serão dedicadas ao The Place, prática desenvolvida pelo duo desde 1998, que consiste em um espaço coletivo de experiências sonoras, onde artistas, pesquisadores, djs, músicos e o público compartilham seus interesses e experiências em torno do som.

Os participantes

Alex Mandarino ▪ Anna Costa e Silva ▪ Bhagavan David ▪ BQVC ▪ Caio Cesar Loures ▪ Carlos Lafert ▪ Felipe Vaz ▪ Gabriel Cavalleiro ▪ πollanda ▪ Jose Hesse ▪ Lara Leal ▪ Leandra Lambert ▪ Leliene Rodrigues ▪ Luisa Puterman ▪ Luiza Porto ▪ Marcelo Mudou ▪ Mila Bartilotti ▪ Nuvem Movel ▪ O Grivo ▪ Pedro Victor Brandão ▪ Ricco Garcia ▪ Savio de Queiroz ▪ Sean Diss ▪ Vivian Caccuri …e segue crescendo…

"ATENÇÃO: silêncio", 2009, tela, adesivo, protetores auriculares e concha de vidro - Leandra Lambert

O projeto

ARTE SONORA é uma prática artística do duo Franz Manata e Saulo Laudares. O projeto – iniciado em 2009, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage – já assumiu diversos formatos: workshops, happenings, podcasts, exposições, publicações, programas de rádio, ações na web e programas de residência e seu conteúdo é disponibilizado, gratuitamente, no: exst.net/artesonora.

Ao longo de seis anos o ARTE SONORA deixou de ser apenas um workshop com happening em seu encerramento e se transformou numa plataforma de pesquisas, ações, gravação de programas sobre o tema para veiculação online com a participação de importantes artistas e pensadores brasileiros, como: Cildo Meireles, Guilherme Vaz, Rodolfo Caesar, o coletivo Chelpa Ferro entre tantos outros…

O duo

Franz é artista, curador e professor, Saulo é artista e DJ produtor e ambos lecionam na Escola de Artes Visuais do Parque Lage. O duo começou suas atividades em 1996, a partir da observação sobre o universo do comportamento e da cultura da música eletrônica contemporânea e vem realizando programas de residência e participando de mostras, individuais e coletivas, dentro e fora do país.

Panorâmica da sala com trabalhos de Leandra Lambert na Ocupação

Info

Início: Sexta-­feira, 6 de Março, 18h
Visitação até 26 de Abril de 2015, de terça à domingo, das 10h às 18h
Castelinho do Flamengo (Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho)
Praia do Flamengo, 158
2205 ­0655
contato: exst.net@gmail.com

"As Três Torres", 2009, texto, música e caixas de acrílico - Alexandre Mandarino e Leandra Lambert

G1 - Antônio Carlos Miguel:

http://g1.globo.com/musica/blog/antonio-carlos-miguel/1.html

Catraca Livre:

https://catracalivre.com.br/rio/agenda/gratis/arte-sonora-faz-ocupacao-no-castelinho-do-flamengo/

No Brasil:

http://nobrasil.co/ocupacao-sonora-no-rio-coloca-o-som-no-centro-da-questao/

Página do evento:

https://www.facebook.com/events/1638511989705912/

"As Três Torres" na Ocupação, com som ambiente

Sexta-feira
jan162015

Convergence + On Location

Registrando duas participações em eventos artísticos e acadêmicos com apresentação de trabalhos sonoros nos EUA em 2014 / Documentation of the participation in two artistic and academic events in the USA in 2014, with sound work presentations:

- Convergence 2014 (Columbia University, NYU, Hemispheric Institute) - Composição e caminhada sonora coletiva "NYC Ghosts and Voices" - 31 minutos / Composition and collective soundwalk "NYC Ghosts and Voices" - 31 minutes (Tompkins Square Park > Union Square).

- On Location (Conneticut College) - Execução da composição "Cortina de Ruínas" / Concert program including "Curtain of Ruins"



Quarta-feira
jun252014

Experienced sonic fictions @ Interference: a journal of audio culture

Meu artigo/ my paper Experienced Sonic Fictions na ótima revista online/ in the excelent Interference: A Journal of Audio Culture.

Nessa edição/ in this issue: 

Felipe Hickmann & Rui Chaves

Guy Harries

Iain Foreman

Mark Peter Wright

Kim Cascone

Leandra Lambert

Lydia French

"For this issue of Interference we invited papers that addressed any aspect of auditory cultures but placed some emphasis on the methodologies and frameworks that informed research and practice. Sound is an epistemological practice and methodology that is now brought to bear in areas such as sociology, anthropology, geography and cultural studies, to name just a few disciplines. Auditory practices now complement, augment or replace existing methods. This becomes about listening in the traditional sense – to spaces, histories or discourses – but it is also about developing particular embodied, temporal, or ambulatory attitudes to empirical enquiry. There is a ‘sonic sensibility’ and the approaches featured in this volume suggest that this goes beyond simply lending the world an ear. However, we also recognise that Sound Studies is now so well-established in its own right that it is time to take stock of the methods and approaches that constitute the discipline." (Rachel O'Dwyer, editor)

 

Quarta-feira
jun042014

Em Torno da Fábrica - Expo Sábado, 7 de Junho

Neste sábado acontece a exposição com trabalhos de alunos das oficinas realizadas em ateliês na fábrica. Os alunos são, em sua maioria, vizinhos da região do Santo Cristo, Gamboa, Saúde. Aberto ao público a partir das 18h, até as 20h.

Onde: Antiga Fábrica da Bhering, na Rua Orestes, 28. No "pombal" e adjacências.

Pela Rua Santo Cristo, entrar na Rua Sara e logo depois na primeira a esquerda.

Quarta-feira
jun042014

Vulnerável e On Location

Dois eventos acadêmicos muito produtivos e muito diferentes - entre si e em relação à média. 

On Location, arte e tecnologia em New London: http://www.conncoll.edu/CAT/sym2014/schedule.html

E o VULNERÁVEL, questionando estruturas em seu próprio modo de realização, aqui no Rio: http://encontrovulneravel.wordpress.com

Em breve estarão disponíveis online os textos das comunicações na íntegra e a documentação do Vulnerável.

Abaixo, registro de trecho da palestra de Peter Pál Pelbart:

 

Sexta-feira
nov012013

The Wrong - New Digital Art Biennale + Festival Ai-Maako

Começa a The Wrong - New Digital Art Biennale

São 30 embaixadas lideradas por 30 curadores/artistas/organizações. Mais de 300 artistas que se apresentarão online durante 2 meses 3 meses pelo site http://thewrong.org/ começando em 1 de novembro de 2013 (facebook The Wrong)

A missão do The Wrong é criar, promover e impulsionar-pensar a arte digital contemporânea para um público maior em todo o mundo através de um evento online que reúna o melhor do melhor, enquanto abraça os jovens talentos da cena da arte digital de hoje.

A TAL-TechArtLab é a embaixada oficial da The Wrong no Rio de Janeiro.

No dia 16 de novembro acontecerá um happening na antiga fábrica da Bhering, onde contaremos com apresentações de Cila MacDowell & Luciano Corrêa, Luiz Zanotello, DJ Nado Leal e Terra Incognita - Leandra Lambert & Alex Mandarino.

E, no Chile, outro evento: entre os dias 8 e 11/11 acontece o Festival Ai-Maako. No dia 8 serão executadas as composições vencedoras do Concurso de Música Eletroacústica Gustavo Becerra-Schmidt 2012 - entre elas, a nossa Cortina de Ruínas (Leandra Lambert & Alexandre Mandarino).

Abaixo, uma das fotos da performance/show realizada na The Wrong; e o cartaz do festival Ai-Maako.



Terça-feira
out012013

TAL 013 Supernovas / improviso na Daros / Cafofo com Terra Incognita na Fábrica Aberta

Tempos agitados e blog desatualizado: registrando o que rolou de 31 de agosto até agora.

- Exposição TAL 013 Supernovas - de 31/08 a 14/11 na Galeria TAL. Participo com o objeto-escultura-livro-composição sonora "Luvas de Areia".

- Improviso musical com experimento olfativo ao fim de workshop com Oswaldo Maciá na Casa Daros do Rio, junto aos artistas Vivian Caccuri, Ricardo Siri e Saulo Laudares (31/08);

- Fábrica Aberta, paralela da ArtRio na Antiga Fábrica da Bhering (6, 7 e 8/9) com a primeira expo coletiva do Cafofo, que segue até 26/10 com trabalhos meus, de Juliana Franklin, Cecilia Cavalieri, Thais Pavão e Natacha Lopez. No dia 7 de setembro, eu e Alexandre fizemos apresentação do Terra Incógnita, usando máscaras Bate-Palha feitas por Thais.

Quarta-feira
ago072013

caminho velho novo caminho

Sobre a exposição no ctrl+alt+rio.

Quarta-feira
ago072013

Exposição ARTE + no SESC Teresópolis


A arte contemporânea possibilita uma fusão entre tradições artísticas e inovações midiáticas. Nesta convergência abordamos as expressividades táteis, visuais e auditivas, com o objetivo de aproximar o público da arte. Esta exposição se propõe a fomentar a relação entre o processo criativo e a interatividade tecnólogica, para novas experiências, percepções e cognições artísticas. Criar um espaço como este, promovido pelo Festival Sesc Rio de Inverno, é de extrema importância para o crescimento da arte contemporânea brasileira. Nesta mostra apresentamos obras de artistas com diferentes trajetórias, socializando seus conhecimentos, conceitos e práticas em um mesmo espaço.
ARTE + engloba quatro ações: exposição coletiva interativa, performances multimídias, workshops e lounge audiovisual. O projeto conta com a participação dos artistas multimídia: Bruno Vianna, Gabriela Marcondes, João Penoni, Julio Feferman, Siri, Nado Leal, Leandra Lambert, Luciano Corrêa, Cila MacDowell, André Sheik, Patricia Gouvêa, Isabel Löfgren, Cristina Amiran, Elisa Pessoa e Antonia Dias Leite.
Estou presente com 2 trabalhos: Fiat Vox, na galeria; e o vídeo Noturnos Oceânicos, no lounge audiovisual (meu nome não constou, mas foi um erro na hora de finalizarem o flyer).

Curadoria: Gabriela Maciel
Coordenação de Produção: Mariana Duque
Assistente de Produção: Julia Rebello
Equipamentos e Montagem Técnica: Julio Lobato e Felipe Messina – Boca no Trombone Produções
Montagem: Rodrigo Leitão
Produção Musical do Lounge Audiovisual: Gustavo Brafmann e Nado Leal

Produção Cevianna

Sesc Teresópolis - Av. Delfim Moreira, 749 

Data: 13 de julho a 25 de agosto

Horários: Terça a Sábado, de 9h às 20h e Domingo, de 9h às 18h.

Terça-feira
jul092013

Terra Incógnita - primeiro show 

Faremos nosso primeiro show como Terra Incógnita nessa sexta, dia 12/07/13, no Teatro do SESI (Av. Graça Aranha, 1, Centro do Rio). Às 19h, entrada gratuita com retirada de senhas 1h antes. O show acontece no primeiro festival de Cultura Digital promovido pelo SESI, dentro do X-Tudo Cultural, que já acontece há alguns anos.

Programação completa do X-Tudo aqui. Vai ter Afrikaa Bambaataa fazendo DJ set dia 21, homenageado pelo povo do hip-hop.

SESI Cultura Digital - Programação completa abaixo

Apresentações e performances nos dias 11 e 12 de julho (quinta e sexta) às 19hs, no Centro. Depois uma tarde de palestras dia 20 de julho (sábado), das 14 às 18h, no Maracanã. E para finalizar workshops dias 22 a 24 (segunda a quarta), em horários variados mas sempre da tarde para a noite, também no Maracanã. Veja os detalhes e endereços abaixo, assim como instruções de como se inscrever.

===========================================================

MÚSICA E PERFORMANCES

Dias 11 e 12 de julho. Retirada de ingressos 1h antes do espetáculo. Local: Teatro SESI Centro, Av. Graça Aranha, 1.
O evento do Facebook é este aqui: https://www.facebook.com/events/178474212329799/

 

11 de Julho, 19h

X=X | Henrique Roscoe

A obra é executada a partir de técnicas de “videomapping”, criando ilusões de profundidade tridimensional para o espectador. Em duas telas simétricas, formas e objetos se contrapõem, buscando, através das imagens e sons, analisar as relações de igualdade, realidade, seus significantes e significados.

DEBUSSY BACH RESTAURANT | Paulo Vivacqua e Claudio Monjope
O duo de música eletrônica sazonal formado por Claudio Monjope (Debussy Jr.) e Paulo Vivacqua apresenta o show “Florais de Bach”. Sintetizadores, teclados, baterias eletrônicas, pedais e outros dispositivos geram um tecido sonoro onde pequenas músicas, com momentos rítmicos e efusivos, se alternam com climas evocativos, perdidos e temas descontinuados.

PAZES | Lucas Febraro
Foi o único brasileiro selecionado para a edição 2011 da Red Bull Music Academy, em Madrid. Gostava de tocar guitarra e MPB, era fã de Martinho da Vila e Paulinho da Viola, até conhecer a música eletrônica.

 

12 de Julho, 19h

DESPEÇO | Gustavo Torres e Felipe Norkus
Os artistas utilizam material imagético e sonoro anterior a nós, concebidos com outros significados, para outra finalidade. Projetamos loops de memória em super 8, fruto de filmagens caseiras descartadas adquiridas em feiras, ordenados e articulados de acordo com suas próprias aproximações naturalizadas.

TERRA INCÓGNITA | Leandra Lambert e Alexandre Mandarino
Juntos realizam composições eletrônicas experimentais que estabelecem relações com outros elementos, tais como: a edição e organização de vestígios sonoros de performances; escritas, desenhos, fotografias e pinturas, agindo como geradoras de som e interpretadas como frequências audíveis; e improvisos vocais, editados e processados, que se aproximam da text-sound composition e da poesia sonora.

FRAME CIRCUS | Paulo Beto, Tatá Aeroplano e Pedro Zopelar
Projeto voltado para composição de trilhas para filmes mudos. Para criar as trilhas o grupo utiliza diversos instrumentos, criando uma ambiência sonora rica em detalhes e muito bem ensaiada, demonstrando maneiras diferentes de se fazer o som relacionado à imagem.

 

===========================================================

PALESTRAS

20 de Julho. Das 14h às 18h, no CTS Solda, localizado na Rua São Francisco Xavier, 601, Maracanã. O tempo de duração das palestras será, em média, de 20 minutos. Capacidade: 150 lugares. Esta info está toda em http://www.firjan.org.br/data/pages/2C908CEC3E3365F6013F52AB8E591FE5.htm

Inscrições: formulário em 

http://www.firjan.org.br/data/pages/2C908CEC373A910401377501DB8A23E4.htm

O QUE É CREATIVE COMMONS?

A palestra apresentará aos interessados um panorama do Creative Commons, as vantagens e desvantagens, procurando estabelecer pontos relevantes dessas licenças livres.

Eduardo Magrani: professor e pesquisador do Centro de Tecnologia e Sociedade, e da escola de Direito da FGV. Membro do Observatório Brasileiro de Políticas Digitais, atuando em parceria com o Comitê Gestor da Internet no Brasil (http://www.cgi.br/).

SINESTESIA E VISUAL-MUSIC: A CONTRAMÃO DA MODERNIDADE

Numa narrativa que pode ser traçada desde a lanterna Mágica de Athanasius Kircher até os trabalhos mais recentes de live-cinema, as poéticas de Som & Cor revelam uma linha singular na contramão do impulso disciplinar da modernidade. A crescente especialização dos sentidos, levada a cabo no século XIX, e que culmina na Arte Moderna, coloca, num terreno à parte, na cultura as poéticas híbridas. Curiosamente, este é, desde sua gênese, um terreno em que diferentes tecnologias são cúmplices de aspirações poéticas distintas, mas similares na busca da unidade sensória.

Sérgio R. Basbaum:  estudou música, depois se formou em cinema (ECA-USP), e obteve o mestrado e o doutorado pelo programa de Comunicação e Semiótica da PUC-SP, investigando aspectos das relações entre percepção, arte e tecnologia, em busca de diferentes modos de pensar a estése nas sociedades tecnológicas. É docente do Programa de Pós-Graduação em Tecnologias da Inteligência de Design Digital e coordenador do Bacharelado em Tecnologia e Mídias Digitais na PUC-SP. Atua como artista bissexto desde os anos 80 produzindo em diferentes formatos, utilizando diferentes meios, inclusive a performance.

DAS INTERFACES FLUÍDAS ÀS INTERFACES CÉREBRO-MÁQUINA

Será proposto um debate sobre as mudanças de paradigmas entre usuário e interface a partir da rápida evolução dos computadores pessoais. Estamos próximos de uma transformação: as interfaces fluidas rompem com os limites impostos pela imagem do computador tradicional.

Koji Pereira: mestrando em Arte e Tecnologia da Imagem (UFMG), especialista em Design de Interação (PUC) e graduado em Belas Artes (UFMG). Professor de Prototipação no curso de Design de Interação na PUC. 

ARTE E INOVAÇÃO

A palestra tem como objetivo comprovar como falsa a dicotomia Arte x Ciência. A partir desse século, as formas de interação entre os indivíduos, cada vez mais complexas e mediadas por dispositivos, tem mostrado o quanto a arte, além do seu poder transformador, é um poderoso veículo para experimentações em inovação disruptiva.

H.D Mabuse: desde 2007, participa do grupo Autm.ato. Foi um dos fundadores do Re:combo, no qual atuou de 2001 até 2008. É consultor em design do C.E.S.A.R, onde desenvolve projetos com foco em colaboração e inovação.

DESIGN DE INTERAÇÃO

O encontro vai abordar a criação de experiências digitais interativas baseadas no mundo físico.

James Patten: fundador e diretor do Patten Studio. Seus trabalhos foram exibidos no MOMA e no Festival Trasmediale, em Berlin, entre outros lugares. É parceiro do TED.

TRANSFORMANDO TECNOLOGIAS INVISÍVEIS EM ARTE VISÍVEL

Discussão geral dos usos artísticos da tecnologia, com foco principalmente em como os artistas, que assim trabalham, conseguiram fazer com que infraestruturas tecnológicas invisíveis se tornassem visíveis.

Honor Harger: diretora Artística da Lighthouse, agência cultural voltada para a indústria criativa.

 

===========================================================

WORKSHOPS

As oficinas acontecerão no SENAI Maracanã, localizado na Rua São Francisco Xavier, 417, Maracanã, Rio de Janeiro. 
Inscrições: Envie um e-mail para cultura.arte@firjan.org.br com os seguintes dados de inscrição: nome, data de nascimento, contatos de e-mail e telefone, além de uma breve descrição de sua experiência artística (10 linhas no máximo). Importante: informe no assunto/título do e-mail a data e a oficina que deseja participar (exemplo: 23 e 24/07 – INTRODUÇÃO AO ARDUINO).

ARTE EM 3D

Dia 22 de Julho, das 14h às 21h, sala 1.101, do SENAI Maracanã

Oficina para análise, compreensão e introdução à animação em 3D.

Sérgio Yamasaki: artista freelancer com vasta experiência, já produziu e dirigiu curtas exibidos no Anima-Mundi.

Capacidade: 15 pessoas

OFICINA DE PINTURA DIGITAL

Dia 23 de Julho, das 14h às 18h, na sala 1.101, do SENAI Maracanã

Pintura digital é uma técnica de ilustração que, ao invés de utilizar meios tradicionais, utiliza um meio digital.

Black Fox Studio: Studio de ilustração e concept art.

Capacidade: 15 pessoas

DE OUVIDOS BEM ABERTOS

Dias 22 e 23 de Julho, das 15h às 18, miniauditório do SENAI Maracanã

A oficina propõe exercitar diferentes formas de escuta e de voz. Evocar lembranças de outros tempos e lugares, perceber a infinidade de silêncios que soam no dia a dia, imaginar sons e tentar desenhá-los são algumas das propostas do curso.

Leandra Lambert: artista, compositora experimental, pesquisadora e escritora. Doutoranda e Mestre em Artes pela UERJ. Realiza experiências sônicas, visuais, textuais e performáticas.

Capacidade: 40 pessoas

 

INTRODUÇÃO AO ARDUINO

Dias 23 e 24 de Julho, das 18 às 22h, sala 1.104, do SENAI Maracanã

Arduino é uma plataforma de hardware e software livre que simplifica a criação e prototipagem de projetos de eletrônica.

Álvaro Justen: graduado em Engenharia de Telecomunicações pela UFF, criador do Turiquinhas, phythonusta e ativista contribuidor de software livre. Trabalha desenvolvendo projetos com Arduino.

Capacidade: 16 pessoas

 

CONTROLADORES DIY (Do It Yourself)

Dias 23 e 24 de Julho, das 18h às 22h, sala 1.102, do SENAI Maracanã

A oficina objetiva ensinar como se construir instrumentos e controladores MIDI utilizando interfaces customizadas, que através de sensores e botões, por exemplo, são ligadas ao computador por uma placa que converte o sinal em MIDI.

Henrique Roscoe: artista digital, músico e designer que trabalha na área audiovisual desde 2004. É graduado em Comunicação Social pela UFMG e Engenharia Eletrônica pela PUC-MG. Tem especialização em Design pela FUMEC.

Capacidade: 16 pessoas

 

CRIAÇÃO MUSICAL A PARTIR DE NOVAS INTERFACES E OBJETOS COTIDIANOS

Dias 24 de Julho, das 19h às 21h, miniauditório do SENAI Maracanã

A oficina ensina a utilizar as ferramentas que auxiliam na criação musical com interfaces diferentes das tradicionais. Enquanto se diverte, o aluno é colocado em contato com uma enorme gama de conceitos musicais apresentados pelos softwares.

Alexei Michailowsky: mestre em música pela UFMG e doutorando em música pela UNIRIO. É professor de História da Musica Eletrônica, de Oficina de Criação e Performance de Música Eletrônica em Estúdio e de Pedagogia Musical e Novas Tecnologias no Instituto Villa-Lobos.

Capacidade: 40 pessoas

 

CONCEPT ART

Dia 24 de Julho, das 14h às 21h, sala 1.101, do SENAI Maracanã

Concept Art é uma área específica de atuação de ilustradores que se dedicam, sobretudo, ao desenvolvimento de personagens (character design) para o mercado de audiovisual (cinema, TV, Internet e também games).

Sergio Glenes: sócio/diretor da Bamba Grupo Criativo.

Capacidade: 15 pessoas